Publicado em 27.03.2018 - Festas e comemorações - Sem comentários

SIMCHAT TORÁO FIM É O PRINCÍPIO

Simchat Torá é celebrada no 23º dia do mês de Tishrei. Nesta festa comemoramos o final e o recomeço da leitura da Torá.

A Torá é o presente que os judeus receberam no Monte Sinai, em Shavuot. Muitas histórias existem na Torá: a Criação do mundo, a Arca de Noé, a Torre de Babel, a vida de Abrahão e outras. Além dessas histórias, existem na Torá diversos assuntos que devemos saber; há os Dez Mandamentos, as maneiras como as pessoas devem ajudar umas às outras, como devem comemorar suas festas, como cuidar dos animais. A Torá ensina o que cada pessoa deve fazer e o caminho que deve seguir. Todo judeu deve conhecê-la.

Quando os judeus receberam a Torá, prometeram dela cuidar e jamais esquecê-la. Em todas as partes do mundo, nas sinagogas, os judeus guardam os rolos da Torá num armário sagrado. Ela é um presente tão valioso que não é deixada sozinha nem mesmo por uma semana.

Tudo tem sua hora: hora de comer, hora de dormir, hora de trabalhar, hora de ir à escola. E existe também a hora de se ler a Torá. Toda 2ª feira, 5ª feira e Shabat, em todas as sinagogas do mundo, os judeus se reúnem para estudar e ler a Torá. Será que conseguimos ler a Torá inteira de uma só vez? Não!

Cada semana lemos um trechinho, uma PARASHÁ. Ler a Torá é uma honra para todo judeu. Esta honra de ser chamado para ler a Torá é chamada de ALIÁ LA TORÁ. Quanto tempo demoramos para ler a Torá inteira? Exatamente um ano! Quando concluímos a leitura da Torá, nossa alegria é muito grande e logo recomeçamos sua leitura. Fazemos então, uma verdadeira festa – SIMCHAT TORÁ, a alegria da Torá. Este é um dia de festa principalmente para as crianças. É a única vez no ano em que as crianças sobem até o ARON HAKODESH – o Armário Sagrado – e seguram a Torá.

Ao entrar na sinagoga, cada criança recebe balas e uma bandeirinha. Em algumas sinagogas, há o costume de espetar na bandeirinha uma maçã, e na maçã, uma vela. A maçã simboliza a doçura do estudo da Torá. Como acredita-se que a Torá ilumina todos os caminhos, coloca-se sobre a maçã uma vela acesa, como símbolo desta luz.

 

Conceitos importantes

Aron Hakodesh – arca sagrada                      Beit Kaknesset – sinagoga

Simchá – alegria                                            sofer stam – escriba

Torá – Bíblia judaica

Chumashim: Bereshit, Shmot, Vaikra, Bamidbar, Dvarim

Os cinco livros da Torá – Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio

keter Torá, iad, meíl – (adornos da Torá): coroa, mão, capa

Culinária

Simchat Torá não é uma festa da qual possamos destacar alguma comida típica. É, porém, costume distribuir balas e doces para as crianças. Sendo assim, é possível usar a imaginação e preparar diversas receitas açucaradas!

Uguiot (bolinhos ou docinhos) de chocolate em forminhas

Ingredientes

100 g de margarina vegetal                                             1 xícara de açúcar

½ colher (chá) de essência de baunilha                         1 ovo

125 g de chocolate em barra                                           3 xícaras de farinha de trigo

½ colher (chá) de sal

Modo de Fazer

  1. Derreta o chocolate em banho-maria.
  2. Misture a margarina vegetal, o açúcar e a baunilha, na batedeira.
  3. Adicione o ovo e misture.
  4. Acrescente o chocolate derretido.
  5. Misture a farinha e o sal e adicione à mistura. Misture bem.
  6. Modele a mistura em bolachinhas, utilizando forminhas com motivos judaicos, como Torá, luchot habrit, letras em ivrit.
  7. Coloque para assar numa forma untada em forno pré-aquecido por vinte minutos.