Publicado em 27.03.2018 - Festas e comemorações - Sem comentários

SHAVUOTShavuot significa “semanas” e se refere às sete semanas que, diariamente, contamos de Pessach até a entrega da Torá no Monte Sinai. A festa é conhecida também por Zmán Matán Toratênu, ou “O Tempo de Entrega de Nossa Torá”.

Este chag marca um novo momento agrícola em Israel: o início da colheita do trigo, por isso é chamado também de Chag haCatsír (Festa da Colheita). Como no mesmo período eram levados os primeiros frutos ao Templo, como oferta de agradecimento por eles, a data é conhecida ainda por Chag haBicurím (Festa das Primícias).

A contagem de sete semanas é conhecida como Sefirát haOmer, já que no final do primeiro dia de Pessach, quando começava a contagem, levava-se ao Templo a medida de um omer (3,64 litros de trigo). Em nossa era moderna e não agrícola, repleta de correrias e identificada com a obsessão por fazer render o tempo, a ocasião nos desafia a observar como esperamos.

A contagem do omer reflete sobre como esperamos. Se o fazemos “queimando” o tempo intermediário até chegarmos à meta, se desviando nossa atenção com outros focos, se de forma desesperada, ou se a perspectiva da meta renova nossa vontade e nossa capacidade de alcançá-la. Passamos quarenta e nove dias nos preparando para receber a Torá, refletindo sobre como tornar-nos pessoas melhores e preparadas para receber os ensinamentos. Finalmente, quando se inicia Shavuot, aprendemos como terminar o ciclo esperado, como estar completos na data desejada. Em geral, ao atingirmos nossas metas, ao invés de vivenciá-las, iniciamos os preparativos para uma nova conquista. Shavuot nos mostra que é fundamental viver e aceitar cada nova conquista alcançada.

Costumes

Manter-se acordado durante toda a primeira noite de Shavuot estudando textos judaicos é uma pratica antiga chamada de Ticún Leil Shavuot.

O homem requer uma determinada porção de nutrientes para sobreviver, por isso sua dieta deve ser variada. Curiosamente, o leite materno, apesar de tão simples, é o mais completo alimento para uma criança durante seus primeiros anos de vida. A tradição judaica diz que a Torá é para os judeus como o leite materno é para um bebê, pois no texto sagrado se encontra todo o sustento que a alma do homem precisa para a sua vitalidade e crescimento espiritual. Por isso, para nos lembrarmos dessa relação, é costume em Shavuot consumir alimentos derivados de leite. Em outra metáfora, a entrega da Torá é relacionada também ao início da vida do povo judeu, uma vez que um povo só inicia sua trajetória a partir do momento que possui um projeto de vida. Neste caso, o projeto é a Torá, e o povo é como um recém-nascido que inicia a sua vida a partir da relação de alimentação com sua mãe.

Conceitos importantes

aliá lareguel: peregrinação                                                             zait/zeitim: oliva/s

bikurim: primícias                                                                              rimon: romã

Chag HaBikurim: Festa das Primícias                                             sal/im: cesto/s

Chag HaShavuot: Festa das Semanas                                            seorá: cevada

Chag HaKatzir: Festa da Colheita                                                   shibolet: espiga

Zman Matan Toratenu ou Chag Matan Torá:                              chitá: trigo

Festa da Entrega da Torá

shivat haminim: sete espécies                                                        tamar/tmarim: tâmara/s

guefen: uva                                                                                         teená: figo

lechem: pão                                                                                        têne: oferenda

Luchot HaBrit: Tábuas da Lei                                                           maachalei chalav: comidas lácteas

shloshet haregalim:  os 3 chaguim:                                               Meguilat Ruth: História de Ruth

Sukot, Pessach e Shavuot

pri/perot haadamá: fruto da terra                                                 sfirat haomer: contagem do omer

perach/prachim: flor/flores                                                             omer: as 7 semanas entre Pessach e

Shavuot

Culinária

Kreplach de Queijo

Ingredientes da massa:                                                     Modo de Fazer

1 ovo                                                                                    1. Abrir a massa, não muito fina, com rolo sobre um

1 copo de farinha de trigo                                                  tampo polvilhado com farinha.

sal e água o suficiente para amassar                              2. Cortar círculos com copo.

  1. Rechear cada círculo e fechá-lo como pastel.

Ingredientes para o recheio:                                           4. Deixá-los secarem e cozinhar em bastante água

Queijo fresco amassado temperado                                  temperada com sal.

com sal e pimenta síria                                                     5. Escorrer, passar na manteiga derretida e servir

ovos                                                                                         com queijo parmesão ralado.

pão umedecido no leite

 

Torta de Ricota Rápida

Ingredientes

4 ovos, com claras em neve

½ kg de ricota

1 lata de leite condensado

2 latas de leite comum

3 colheres de maizena

4 colheres de açúcar, raspas de limão e passas

Modo de Fazer

  1. Misture tudo no liquidificador, exceto as claras em neve, que deverão ser encorpadas à mistura sem bater.
  2. Mexer delicadamente.
  3. Untar forma retangular média com manteiga, despejando a massa sobre ela.
  4. Levar ao forno quente por +/- 45’.

 

Blintzes (panquecas)

Ingredientes da massa

2 ovos                                                                   1 copo de leite

1 copo de farinha                                               1 colher de chá de sal

Ingredientes para o recheio

Queijo ricota amassado, cebolinha verde, pimenta síria e sal

Modo de Fazer

  1. Bater todos os ingredientes no liquidificador.
  2. Deixar descansar.
  3. Untar, levemente, uma pequena frigideira.
  4. Levar ao fogo, com a concha, derramando pequenas quantidades de massa.
  5. Fritar de um lado e, depois, virar, não deixando que a panqueca core muito.
  6. Rechear as panquecas.
  7. Arranjá-las num pirex fundo.
  8. Jogar creme-de-leite por cima.
  9. Levar ao forno para o queijo derreter.
  10. Servir quente.